Entrevista exlusiva na CIAFM

Data: 16/02/2013

Participantes:

  • Debora Ribeiro (Locutora)
  • Petrus Romanus Rossi (Pet Shop Quatro Patas)
  • Simone Ziliane (Polícia Civil Do Paraná)

Assuntos discutidos:

  • Dúvidas sobre transmissão de doenças dos animais para os humanos
  • Programa de castração de animais

Dia da adoção! Sucesso Total!

Devido ao enorme coração de muitos Cianortenses e o incansável trabalho da ONG Amigos de Patas que trabalha em conjunto com a Direção do canil municipal (Valdinei e Lúcia), muitos de nossos amigos de patas agora têm um lar, muito carinho e amor em suas vidas.
         A ONG ainda está contabilizando dados mais aprofundados para informá-los posteriormente, porém, o sucesso é certo uma vez que as adoções foram em grande escala.
         Para aqueles que adotaram um amiguinho de patas na feira, fica a responsabilidade moral e criminal sobre o tratamento do novo amiguinho, devendo tratá-lo com todo amor e carinho. Lembramos ainda, que a ONG amigos de patas, além de fazer a adoção dos animaizinhos fiscaliza de perto a “rédias curtas” o tratamento que os novos donos dão aos bichinhos.
         Portanto, fica a advertência para quem adotou o animalzinho. Cuide bem e não maltrate.

Adote um amigo de patas

Já pensou chegar em casa todo dia e ser recebido com a maior alegria do mundo ? com pulos, beijos e todo aquele alvoroço e felicidade ? Já pensou em acordar todos os dias e ter alguém na sua porta te esperando pra dar aquele bom dia cheio de amor e de felicidade ?
Isso é completamente possível. Adote um amigo de patas no dia da adoção.
Acontecerá no dia 11 de junho de 2011, na praça da Igreja Matriz com início às 13:00 hs e término às 18:00 hs.
Adote um amigo de patas, eles têm muito carinho, amor, afeto e alegria para te proporcionar.

Não se cale

PROTEÇÃO E DEFESA AOS ANIMAIS

“Salvando os animais da ameaça humana”.

Caso você veja ou saiba de maus-tratos cometidos contra qualquer tipo de animal, não pense duas vezes: vá a delegacia de polícia mais próxima para lavrar boletim de ocorrência ou, se preferir, compareça ao Fórum para orientar-se com o Promotor de Justiça (Promotoria de Justiça do Meio-Ambiente em PR: [44] 3631-2071). A denúncia de maus-tratos é legitimada pelo Art. 32, da Lei Federal nº. 9.605/98 (Lei de Crimes Ambientais).
  Leve consigo uma cópia  do Art. 319 do Código Penal, caso  a autoridade se recuse a abrir o Boletim de Ocorrência. Afinal de contas estamos no Brasil, e se os próprios cidadãos deste País sofrem com o descaso de muitas autoridades, imagine os animais!

Violência contra animais

Com o advento da Lei 9.605/98 a prática de abusos e maus tratos em face dos animais sofreu um agravamento da condição de contravenção penal (artigo 64 da LCP) para a de crime ambiental, na forma do artigo 32 da referida lei.

    O artigo 32º diz que é crime contra a fauna praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos. A pena consiste em detenção, de três meses a um ano e multa.
    A mudança de contravenção penal para crime da conduta de maltratar animais reflete a preocupação do legislador em garantir um melhor mecanismo de defesa da biodiversidade.
TIPOS DE CONDUTA QUE CONFIGURAM O DELITO.
    Ferir é cortar, machucar, sendo a ação do que exagera no açoitamento de um burro ou cavalo, por exemplo. Mutilar é cortar partes do corpo do animal. As duas condutas demonstram um grau de maior reprovabilidade em face da prática de maus-tratos.
    A proteção da biodiversidade nacional, por influência de diversos tratados internacionais, teve na Lei 9.605/98 um instrumento mais adequado, tendo a crueldade contra os animais elevado à categoria de crime, quando até o advento de tal lei, consistia o ato em mera contravenção penal.
Fonte: mundo animal